s r p m j i e d c b
21.04.2014
  • R$1,00vale
  • BOB3.0876hoje*
  • IBOVESPA52111.852+911.293 - +1.78%
  • Nasdaq3534.532+1.446 - +0.04%
  • FTSE6625.25+41.08 - +0.62%
  • Nikkei 22514621.59+105.32 - +0.73%
  • DAX9409.71+91.89 - +0.99%
  • USD/BRL2.238
  • EUR/BRL3.0908
  • ARS/BRL0.2797
  • GBP/BRL3.7581
21.04.2014
    • IBOVESPA52111.852+911.293 - +1.78%
    • Nasdaq3534.532+1.446 - +0.04%
    • FTSE6625.25+41.08 - +0.62%
    • Nikkei 22514621.59+105.32 - +0.73%
    • DAX9409.71+91.89 - +0.99%
    • USD/BRL2.238
    • EUR/BRL3.0908
    • ARS/BRL0.2797
    • GBP/BRL3.7581
    To show sotck chart
    Loading...
    Você está aqui:  Home  >  Cotação Boliviano
    Cotação Boliviano

    Aqui é mostrada a cotação do Boliviano, moeda oficial em circulação na Bolívia desde 1988. Logo abaixo da cotação Boliviano-Real, um gráfico exibe as variações no câmbio do Boliviano durante os últimos dias e meses. Outras moedas importantes também são exibidas no gráfico. No mesmo espaço é possível ainda conferir as cotações das principais bolsas de valores do mundo.

    A cotação do Boliviano só pode ser compreendida em relação à outra moeda, como em uma comparação entre Boliviano-Real. Assumindo um câmbio de 3.000 Bolivianos para cada 1 Real, se esse valor mudar para 2.800 Bolivianos para cada unidade da moeda brasileira, diz-se que houve uma valorização do Boliviano. Em outros termos, a mesma unidade de Real agora compra menos Bolivianos do que antes.

    Essas oscilações no câmbio da moeda podem ser melhor observadas no gráfico acima. Ao mover-se para cima, a linha central indica que houve uma valorização no câmbio da moeda. Quando o contrário acontece, indica que uma desvalorização tomou lugar.

    Fatores decisivos na cotação

    A cotação de qualquer moeda depende de vários fatores, e com o Boliviano não é diferente. Os diversos agentes do Mercado exercem pressões que deslocam o câmbio da moeda para cima ou para baixo. Em resumo, quando a demanda pela moeda excede a quantidade ofertada, o Boliviano torna-se valorizado, e o câmbio é mais alto. No momento em que há um excesso da moeda na economia, os preços tendem a cair, e a cotação do Boliviano se desvaloriza. O processo é o mesmo para todas as economias onde os preços da moeda flutuam livremente.

    O câmbio do boliviano não afeta apenas a economia local. Todos os agentes operando com a moeda, sejam eles bancos, investidores, empresas estrangeiras desejando exportar ou importar produtos da Bolívia e mesmo os turistas em viajem pelo país são impactados pelas variações na cotação do Boliviano. Os bancos e investidores geralmente adquirem a moeda com fins especulativos. Compram Bolivianos quando a cotação é oportuna (câmbio desvalorizado) para vendê-la em um momento de alta. As empresas internacionais podem ter seus lucros diminuídos ou ampliados dependendo da cotação em vigor. Importadores desejam adquirir os produtos ao menor preço possível, e uma cotação baixa os favorece. Uma cotação alta favorece os exportadores de produtos para a Bolívia, que lucram mais em decorrência de uma conversão de moedas mais favorável. Já os turistas são beneficiados por uma cotação mais baixa, onde o seu poder de compra é ampliado.


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>