Loading...
Você está aqui:  Home  >  Internacional  >  Current Article

Quanto Custa uma Viagem para a Itália?

Por   /   junho 18, 2015  /   Sem Comentários

Uma viagem de 15 dias para a Itália custa em média de R$ 6.000,00 a R$ 9.000,00. As passagens saem por R$ 3.000,00 na classe econômica e a diária custa entre R$ 250,00 a R$ 400,00. Gastos extras como seguro viagem, alimentação e deslocamento podem chegar a representar 25% destes gastos, ou seja, R$ 2.000,00.

  1. Informações Gerais
  2. Conexões e Passagens
  3. Estadia
  4. Alimentação e Comidas
  5. Turismo e Roteiros
  6. Organização
  7. Orçamento para Viagem

Informações Gerais

A Itália é um dos países mais conhecidos e citados no Ocidente, seja pela sua culinária típica marcante – todo mundo conhece ao menos a pizza, lasanha e o macarrão -, ou pela sua importância histórica. Em suas terras consolidou-se o Império Romano e está abrigado o Coliseu, palco de grandiosas batalhas entre os gladiadores que até hoje são retratadas em filmes e séries de TV. A moeda do país é o Euro €.

Tendo como capital Roma, a Itália outrora já fora um dos países mais importantes do mundo, concentrando um dos maiores impérios formados na Idade Antiga. É um dos poucos países a ter um enclave independente em seu território, o Vaticano. Um enclave é um estado soberano constituído dentro de outrem com leis, hábitos e que pode até mesmo chegar a ter constituição política diferente do país o qual está inserido. Apesar de toda importância que possui, assim como os outros países europeus, a Itália é um país pequeno, com pouco mais de 300 mil km².

bandeira italia

Conexões e Passagens

Os preços das passagens variam entre R$ 2.500,00 até R$ 8.000,00, dependendo da classe escolhida, período do ano e aeroporto de origem e destino. A grande maioria dos voos possuem escalas, e o tempo de duração do mesmo varia entre 10 a 20 horas. As escalas podem incluir os Estados Unidos ou países europeus como Alemanha, Turquia, Portugal, etc. Neste caso o turista deve também verificar antecipadamente se há algum trâmite ou documento obrigatório no país de escala para não ter problemas durante a viagem.

Existem conexões diretas semanais e diárias saindo de São Paulo, Rio de Janeiro e Fortaleza. Os principais destinos são os maiores aeroportos da Itália em Roma e Milão. Outros destinos podem ser alcançados com voos domésticos nacionais ou por trem. As companhias aéreas com mais oferta são a Alitalia e TAM. Mas muitas outras companhias europeia oferecem voos diários com uma escala.

Estadia

A estadia na Itália pode ter variações bruscas dependendo da cidade que o turista irá se hospedar. A estadia de 15 dias, para duas pessoas, em Roma e Veneza custa entre R$ 5.000,00 e R$ 7.000,00 (média de R$ 400 por diária). Já para ficar em Nápoles pelo mesmo período gasta-se de R$ 3.000,00 a R$ 6.000,00 (média de R$ 275,00 por diária). Pode-se economizar também escolhendo hotéis mais distantes dos pontos turísticos, quanto mais próximo de um importante local de visitação, mais cara será a diária.

Atenção: Durante a estadia no hotel e após transitar de táxi não é necessário dar gorjeta aos funcionários. No Japão, além de constrangedor, esse comportamento pode ser considerado ofensivo.

Alimentação e Comidas

Além dos famosos pratos típicos italianos como a pizza e a macarronada, há várias outras delícias a serem provadas na Itália. O primeiro passo é, dê preferência aos pequenos restaurantes, aqueles que estão longe dos grandes eventos. Eles não são voltados para os turistas e os pratos são mais saborosos e baratos. Consulte o garçom em caso de dúvidas e aceite sugestões do mesmo, você pode ter belas surpresas. Pratos como nhochetti, tonarelli cacio e pepe e o espaguete carbonara valem a pena serem provados.

Há também a possibilidade de comprar fatias de pizzas, massas e pães nas padarias italianas. Os pratos saem, por muitas vezes, por menos de 10 euros, o equivalente a R$ 35 e são gostosos. Em fast foods fique atento a uma regra que pode pesar na conta: alguns estabelecimentos cobram 1 euro a mais na conta se você comer sentado. Em Roma vale o esforço visitar restaurantes como o Al Forno dela Sofita e o The Club House em Florença.

Turismo e Roteiros

A Itália é repleta de monumentos, parques, castelos, museus, etc. Para quem está em Roma, locais como o Coliseu, o Arco de Costantino e as Ruínas do Circo Maximus são locais ótimos para serem visitados e que retratam um pouco da história do início do milênio passado. O Vaticano, considerado o centro do Catolicismo e é onde estão o Papa e os principais cardeais e bispos católicos do mundo. A Torre de Pisa, na cidade de Pisa, é sem dúvidas uma construção bela e curiosa. A torre inclinada é mundialmente famosa e é visitada por turistas do mundo inteiro. A cidade de Veneza, formada por um arquipélago e tem muitas das suas ruas cobertas pelas águas.

roma coliseu

Os Alpes italianos, que fazem parte da cordilheira que incluem os Alpes suíços, são um atrativo a mais para aqueles que gostam de passear ou praticar esportes em áreas geladas que podem ir de simples caminhadas até a prática de esqui. A cidade de Milão não pode deixar de ser visitada quando se vai à Itália, nela se concentram grande parte dos eventos de moda e há também inúmeras igrejas com arquitetura e decorações singulares, uma delas é a Santa Maria delle Grazie na qual se encontra a pintura A Última Ceia, de Leonardo da Vinci.

Para visitar cada cidade o turista pode pegar um trem, cuja passagem pode chegar até 10 euros o trecho ou alugar um carro, neste caso o turista deve ter CNH internacional, que custa cerca de 15 a 20 euros dia, em média 60 reais.

Organização

Turistas que forem ficar pelo período de até três meses na Itália não precisam de visto para entrar no país, apenas aqueles que forem ficar por período superior ou estão viajando para outra finalidade que não o turismo que devem retirar o visto antes de embarcarem. O passaporte deverá ter validade de mais de noventa dias e é recomendável ter, no mínimo, o valor equivalente a 60 euros por dia disponível caso seja necessária comprovação da possibilidade de sustentar-se. É possível comprar euros no Brasil nas casas de câmbio e alguns bancos também oferecem esse tipo de serviço.

A Itália faz parte do Tratado Schengen, um acordo entre 25 países europeus que tornam obrigatória a contratação de um seguro para turistas e cuja cobertura não deve ser inferior a 30.000 euros. O seguro viagem para Itália custa cerca de R$ 350,00, mas o preço pode sofrer sensíveis variações dependendo da seguradora escolhida. É muito importante ler toda a documentação do seguro e seguir as regras nele estabelecidas para que fique mais fácil o acionamento do mesmo em caso de sinistro.

Orçamento para Viagem

Para passar duas semanas de férias na Itália, um casal deve calcular com os seguintes valores:

Atividade Custo por Dia e Pessoa Custo Total
Passagens Brasil x Itália (ida e volta) R$ 6.000,00
Hospedagem R$ 175,00 R$ 5.250,00
Alimentação (café da manhã, almoço e janta) R$ 80,00 R$ 2.400,00
Visitação, transporte e passeios R$ 50,00 R$ 1500,00
Total R$ 14.150,00

___

Fotos: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/6/6d/Roma_Coliseo_001.jpg, https://pixabay.com/p-162326/?no_redirect

  • Publicado: 18.06.2015
  • Por:
  • Última Vez Modificado: junho 19, 2015 @ 9:18 pm
  • Publicado Em: Internacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez Goste Também De...

Quanto Custa uma Viagem para Portugal?
Ler Mais →